Conta Inativa FGTS 2018 Consulta, Saque, Saldo

Consultar Saldo FGTS 2018 Conta Inativa

Esse ano foi o ano de saques de contas inativas do FGTS. Entenda o porquê e quando pode retirar o seu FGTS inativo. Consulte o calendário de saque no site da Caixa Econômica Federal. Você trabalhador, saiba como consultar e sacar o seu FGTS considerado inativo.

consultar-saldo-inativo-fgts

Com uma crise financeira que abala o país, um dos primeiros passos do atual presidente Temer em relação à mesma era fazer com que a economia do Brasil volta-se a fluir. A movimentação do capital dentro do país traz benefícios econômicos para o mesmo, além de trazer outras séries de benefícios para os trabalhadores assalariados.

Foi pensando nisso que este governo passou a liberar para saque as contas consideradas inativas do FGTS para todos os trabalhadores, que já trabalharam ou que continuam trabalhando em regime CLT. Para que todos possam entender, o FGTS 2018 é considerado inativo quando é deixado de fazer deposito nessa conta, pois em todas as empresas onde o trabalhador passa é criado uma nova conta do FGTS onde é feito um depósito mensal.

Este saque de Conta Inativa do FGTS era possível somente em algumas situações: quando as pessoas entravam em processo de financiamento de um imóvel, caso possuísse uma doença considerada grave, ou somente após aposentadoria do cidadão. Por isso, a possibilidade desse saque no ano 2017 foi uma grande novidade para muitos brasileiros, os quais rapidamente começaram a utilizar os seus créditos.

conta-inativa-fgts

Como consultar a Conta Inativa do FGTS 2018?

Para consultar a Conta Inativa do FGTS, todos os trabalhadores podem acessar o site da Caixa Econômica Federal: www.contasinativas.caixa.gov.br/pages/inter/home.html onde poderão preencher os dados e saber quanto poderão receber da Conta Inativa do FGTS. Lembrando que, o governo considerou os períodos trabalhados até dezembro de 2015, os valores de FGTS depositados após esse período não poderão ser sacados.

Saldo Inativo FGTS 2018 Sacar

O saque da Conta Inativa do FGTS 2018 movimentou sem dúvida, milhares de pessoas e de capital dentro do país. Sendo que muitos brasileiros utilizaram o valor para poder pagar contas atrasadas, e adiantar o pagamento de outras dívidas, a fim de aproveitar o valor liberado pelo governo, e que poderá ser feito durante todo o ano 2017 conforme calendário já estabelecido para o saque.

conta-inativa-fgts-sacar

O saque de Conta Inativa do FGTS foi estabelecido mediante um calendário onde, dependendo da data de nascimento das pessoas, deveriam fazer o saque em um determinado mês do ano. Este calendário também poderá ser consultado no próprio site da Caixa Econômica Federal.

Faça já sua consulta no site, e verifique qual será o mês determinado para o saque de sua conta do FGTS. Aproveite esta oportunidade para investir em projetos que ainda não foram realizados, pois muitas pessoas que já trabalharam há muitos anos possuem a possibilidade de retirar altos valores com esta nova lei. Da mesma forma como existem pessoas que irão sacar valores menores, dependendo do tempo de trabalho e se não utilizou o valor do seu FGTS 2018 para alguns dos fins citados.

Leia Mais

Consulta Saldo FGTS Caixa

FGTS Consultar Saldo CAIXA

Você é trabalhador e recebe Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)? Quer consultar seu saldo e não somente isso como outros serviços? Saiba como fazer a consulta do saldo do FGTS na CAIXA e também para quem não conhece o FGTS saiba mais sobre o Fundo de Garantia.

consulta-saldo-fgts-caixa

O FGTS foi instituído em 1966 e que é inclusive regido por lei e trata-se de um conjunto de recursos captados do setor privado e que é administrado pela Caixa Econômica Federal. Este fundo tem como finalidade principal amparar os trabalhadores principalmente quando a relação de emprego for encerrada, em caso de doenças graves ou até no caso de catástrofes naturais, mas neste último caso, o GFTS é destinado a investimentos em habitação, saneamento e infraestrutura.

Antes da existência do FGTS existia apenas uma garantia de emprego ao trabalhador a estabilidade decenal e que somente acontecia quando trabalhador completava 10 anos de trabalho em uma empresa e ocasião que se tornava estável. Neste caso, somente poderia encerrar o contrato do trabalhador se fosse por justa causa, mesmo assim após apuração da falta grave por meio de inquérito que verifique que a acusação tem procedência.  No caso dos trabalhadores dispensados antes de completarem o decênio e tivessem no mínimo um ano de serviço recebiam um tipo de indenização que correspondia a 1/12 avos            do valor do salário. Como o valor costumava serem muito elevado, muitas empresas além de dispensarem antes do decênio e muitas empresas não pagavam a indenização e muitos trabalhadores tinham que entrar na justiça. Por isso, foi criado o FGTS que não acabou com o sistema anterior (inicialmente) e sim é uma alternativa ao regime de estabilidade decenal. Para no caso de despensa do trabalhador o empregador deve comunicar isso na carteira de trabalho do empregador e se estes eram ou não optantes do FGTS. Depois, o regime de estabilidade decenal deixou de existir.

Confira também: Consultar Saldo FGTS Pela Internet

No caso de quem deseja consultar o extrato e/ou saldo do FGTS há três formas de fazer isso: através da internet pelo site oficial do FGTS e, caso o trabalhador não tenha senha, pode cadastrar uma no mesmo site; outra forma é através do cartão do cidadão, neste caso, o trabalhador deve se dirigir ao caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal, com o seu cartão de cidadão e selecionar em extrato ou saldo; se também não tenha senha de acesso o trabalhador pode procurar uma casa lotérica ou agência e efetuar cadastro de senha; e também se pode consultar o saldo do FGTS através de requerimento endereçado à Caixa Econômica Federal informando seus dados pessoais, número de inscrição (PIS/PASEP/NIT) e uma copia de documento de identificação e entregar documentação pessoalmente. Mais informação dirija-se a uma agência da Caixa ou entre no site www.caixa.gov.br/fgts.

Como fazer para consultar o saldo do FGTS?

  1. Vamos no passo a passo a seguir.
    Primeiro, acesso o link:

https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS

  1. Após acessar o link, preencha o campo de texto correspondendo ao NIS (PIS/PASEP).
  2. Se for a sua primeira vez consultando online o saldo, clique em “Cadastrar Senha” na parte inferior da página.
  3. Feito isso, uma nova página abrirá, leias as cláusulas e prossiga ao final clicando em “Aceito”.
  4. Agora, você deverá cadastrar alguns dados pessoais no site. Primeiro, insira seu nome, depois o nome da sua mãe, a sua data de nascimento e logo após o seu CPF. Termine clicando no campo ao lado esquerdo da frase “Não sou um robô” para uma verificação de segurança.
  5. Após este passo, você terá que criar uma senha de Login.
  6. Agora basta colocar seu PIS junto da senha que você cadastrou, clicar para confirmar a verificação de segurança e por fim clique em “Ok”.
  7. Nesta tela você estará na tela inicial do site da Caixa. Agora clique em Extrato na coluna correspondente ao FGTS.

Feito isso, carregará todo o seu extrato do FGTS junto com o status do FGTS.Vale lembrar, que seguindo os mesmos passos é possível consultar o FGTS inativo.

Este direito é muito importante para ajudar o empregado após uma possível demissão, já que não é possível a retirada de dinheiro desta conta enquanto se é empregado. Sendo assim, dependendo do tempo em que você trabalhou na empresa, após ser demitido você terá um bom dinheiro guardado para conseguir manter os gastos enquanto procura uma nova oportunidade profissional.

Leia Mais

Cálculo FGTS

FGTS Cálculo

Você que é trabalhador sabe o que é o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que foi criado na década de 1960 e trata um conjunto de recursos que é captado do setor privado e que é um beneficio administrado pela Caixa Econômica Federal. A finalidade deste é amparar o trabalhador principalmente no caso de dispensa do trabalho em casos de doenças graves e também nos casos de catástrofes naturais em que o FGTS pode se usado para habitação, saneamento básico e infraestrutura, a seguir você saberá como fazer o cálculo do FGTS.

fgts-calculo

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) foi criado em meados da década de 60 do século XX, tendo como sua principal função a garantia de emprego, já que após 10 anos de serviço na empresa o empregado não poderia ser demitido, apenas em justa causa. Hoje em dia, o FGTS tem a função de ser uma espécie de depósito mensal, sendo uma parte equivalente a 8% do salário do empregado que o empregador é obrigado a depositar em uma conta da Caixa Econômica Federal no nome do funcionário, vale lembrar que essa parte não é descontada do salário e sim é uma obrigação do patrão. Esse é um direito de qualquer trabalhador que seja regulamentado pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), podendo ser esse trabalhador da área urbana ou da área rural.

Se você foi dispensado do trabalho ou está gravemente doente e quer saber o valor exato que deverá receber do FGTS saiba que este cálculo do FGTS está defasado em alguns estados o trabalhador tem pedido mudanças de cálculos para concertar erro de cálculo, pois a taxa referencial (TR) que é utilizada no cálculo do benefício está menor que a inflação.

Ainda não é por lei que o cálculo do FGTS seja mudado, mas, alguns trabalhadores, caso destes do Rio Grande do Sul desde fevereiro tem entrado com ações particulares na justiça alegando que a TR está menor que a inflação desde 1999. A Defensoria Pública já entrou com pedido de mudança. A TR é calculada com base na média dos juros adotados pelos 30 maiores bancos do mercado e esta taxa deveria sofreu uma revisão a cada trimestre, o que certamente não acontece desde 1999.

Confira também: Consultar Saldo do FGTS pela Internet

Segundo o presidente da ONG Instituto FGTS Mário Avelino, um trabalhador que em 1999 recebesse do FGTS R$ 10 mil e hoje contaria com R$ 19,8 mil, com a TR modificada este número chegaria a R$40,1 mil. Esta mesma ONG desenvolveu até uma ferramenta de cálculo do FGTS e uma cartilha que pode ser inclusive pesquisada na web. Segundo esta mesma pessoa, quem tem já o fundo desde 1999 pode entrar com ação para revisão do cálculo do FGTS. A ação é contra a Caixa Econômica Federal que administra o benefício por meio de um advogado ou por meio de ações coletivas com no mínimo dez trabalhadores. Mas, segundo especialista o trâmite da ação na justiça pode levar anos, uma forma de ter seu beneficio logo é que algumas pessoas estão vendendo os processos contra a Caixa como receita para que os reajustes sejam pagos imediatamente. Segundo a Caixa, ela repassa o valor do beneficio de acordo com que determina a legislação e das ações abertas (cerca de 50 mil) até então a Caixa teve decisões favoráveis em 22.798 casos. Por isso, se tiver dúvidas quanto ao cálculo do Fundo de Garantia procure a ONG acima e se achar prejudicado, procure um advogado trabalhista.

Leia Mais

Extrato do FGTS – Consulta

Consultar Extrato FGTS

Você é trabalhador e pretende resgatar ou saber o quanto possui no seu Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS)? Saiba como consultar o extrato FGTS online e se você não sabe o que é e como funciona esse fundo, saiba mais sobre.

O FGTS é um fundo que é captado pelo setor privado (ou seja, as empresas em geral) e que é administrado pela Caixa Econômica Federal e, como o nome sugere, estas empresas criam um fundo para o trabalhador no caso de encerramento do trabalho em determinada empresa.

Quem é trabalhador deve conhecer o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que foi criado na década de 1960 para amparar o trabalhador em algumas situações como fim do contrato de trabalho, dispensa do trabalho sem justa causa e em casos de calamidades públicas (neste caso usado o FGTS para investimentos em habitação, saneamento e infraestrutura), a seguir veja como consultar o extrato do FGTS.

extrato-fgts

Para fazer o recolhimento do FGTS, o mesmo é feito pelo empregador quando da dispensa do trabalhador e usa para isso a Guia de Recolhimento do FGTS-GRF que é gerada pelo sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP).

Se você quer saber o quanto tem neste fundo ou vai precisar fazer o saque, precisa antes saber o extrato do FGTS e este pode ser consultado de várias maneiras: através da internet pelo site oficial do FGTS (ver em www.fgts.gov.br/trabalhador/servicos_online/extrato_fgts.asp) através informação do NIS (número PIS/PASEP) e da senha da internet, cadastrada por meio de confrontação cadastral e com uso de senha cidadão. Através deste link é possível ver extrato do FGTS online como também detalhamento de seus dados cadastrais e os lançamentos realizados na sua conta nos últimos seis meses. Entre os dados informados no extrato do FGTS estão: dados cadastrais do empregador, dados cadastrais do empregador, saldo, data da última atualização realizada no saldo; e todos os lançamentos que são verificados na conta relativos ao mês corrente assim como também de até seis meses anteriores. Além do extrato o trabalhador pode consultar o extrato completo que apresenta o saldo atualizado e todos os lançamentos de suas contas do FGTS até mesmo a partir do primeiro depósito. Entre outros serviços disponíveis estão: saldo do FGTS via celular, mensagem via celular, atualização de endereço e créditos complementares. Este último é um crédito atualizado monetariamente creditado pela Caixa aos trabalhadores que possuíam constas vinculados ao plano verão e Collor I e nas condições previstas pelas Leis Complementares 110 de 9 de junho de 2001. Esta lei autorizou a Caixa a realizar créditos nas contas vinculadas no FGTS. Este s créditos são liberados em parcelas semestrais, a partir do mês seguinte à entrega do Termo de Adesão em parcelas semestrais e de acordo com o valor a receber.

Para consultar o extrato é possível através do site da Caixa Econômica Federal (ver link http://www.caixa.gov.br/fgts/) e conseguir ver seu extrato online do FGTS , assim como créditos complementares, atualização de endereço e mensagens via celular. Também é possível acesso a informações e serviços por parte do empregador que pode consultar, por exemplo: depósito recursal FGTS, edital eletrônico, entre outros serviços.

Para quem não sabe, o FGTS é um benefício para os trabalhadores da iniciativa privada que tenham relação de emprego e é devido somente quando o trabalhador sessar sua relação de emprego com o empregador, em casos de doenças graves e até em momentos de catástrofes naturais, as neste último caso o FGTS será destinado para obras de habitação, saneamento e infraestrutura.

Confira também: Consulta de Saldo do FGTS pela internet

Conheça ainda através do link www.fgts.gov.br/trabalhador/servicos_online/creditos_complementares.asp informações de quem administra o FGTS, outros serviços online, legislação, perguntas e respostas e muito mais sobre estes benefícios e os serviços relacionados.

O FGTS tem como curiosidade ser um benefício antigo criado em 1966, pois antes disso não havia nenhum beneficio deste tipo, existia apenas uma garantia de emprego ao trabalhador, que era a estabilidade decenal. Esta estabilidade era devida quando o empregado completava 10 anos de trabalho em empresa, e este trabalhador desta forma se tornava estável. Somente com esta estabilidade, somente depois disso seu contrato poderia ser encerrado caso ocorresse justa causa, mas somente quando houvesse falta grave por meio de inquérito que verificasse a procedência da acusação. Mas, no caso do empregado pedisse demissão seu pedido somente poderia ser efetuado com a assistência do sindicato ou do Ministério do Trabalho ou ainda pela justiça do trabalho.  Antes do FGTS havia uma indenização que algumas empresas, por conta própria, destinavam ao trabalhador ao valor de cerca de 1/12 avos do valor do salário do trabalhador de forma a ter o valor necessário para cobrir tal custo.

Já o regime de estabilidade decenal deixou de existir para os trabalhadores em geral a partir da vigência da Constituição Federal de 1988 que estabeleceu com a lei 5.107 e revogada pela lei n° 7.839 de 1989 que estabeleceu regras para os empregados que na época da promulgação da Constituição de 1988 não eram optantes pelo FGTS. Mais informações consulte o link acima.

Leia Mais

Revisão de FGTS – Juros, Modelo, Vale a Pena?

FGTS Revisão

Os trabalhadores sabem muito bem o que é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (o FGTS) o que muitos não sabem é que a base de cálculo do mesmo está defasada há muito tempo e este foi o motivo de muitas causas na justiça.  Atualmente há uma revisão do FGTS que não é algo automática, mas o trabalhador deve pedir a revisão do FGTS para poder receber o valor correto, confira a seguir se vale a pena a correção do FGTS.

revisao-fgts

O FGTS foi criado na década de 1960 para justamente amparar o trabalhar em determinadas situações, entre estas quando o trabalhador é dispensado e que atualmente permite o saque do FGTS no caso de calamidade pública para usar em habitação, saneamento, infraestrutura. O FGTS são depósitos mensais feitos pelo empregador nas contas vinculadas do trabalhador (que precisa ser da Caixa Econômica Federal que administra este benefício).

Todos os anos a justiça solicita a correção dos valores que são depositados no FGST e a responsável por fazer esta correção dos valores é a Taxa Referencial (TR) que anualmente se acrescenta 3% do valor já contido no FGTS. Mas, esta percentagem não tem gerado lucro ao trabalhador e se for usada apenas essa não vale a pena. Por isso, é necessário que o mesmo solicite para ter uma correta correção nos valores e não sair no prejuízo. Para isso, anteriormente os trabalhadores precisavam entrar na justiça e pedir ao banco da Caixa Econômica Federal que realiza o pagamento do FGTS que atualize o valor do fundo de garantia.

Neste caso, quem deve fazer isso é o trabalhador que tenha trabalhado registrado na carteira de 1999 a 2013 que pode solicitar a correção do FGTS, mesmo que já tenha sacado o valor (que pode ser sacado também em razão de aposentadoria e para financiamento de imóvel).

Vamos explicar o passo a passo de como fazer a revisão do FGTS. Vá a uma agência da Caixa mais próxima e solicite extrato analítico do FGTS desde 1999 aos dias atuais. Depois, com o extrato, você deverá preencher um formulário com seus dados que e importante para a revisão e depois, aguarde o recebimento de documento em sua casa. Ao receber este documento, anexe às cópias de alguns documentos pessoas (CPF, comprovante de residência, cópia da carteira de trabalho na página onde se localiza o número do PIS/PASEP e também a página do cálculo demonstrativo). Existem modelos de cálculos de revisão do FGTS disponíveis na web onde é possível fazer este cálculo. Mais informações procure uma agencia caixa e peça informações ao gerente.  No caso de uma ação superior a 40 salários mínimos deve contar com a ajuda de um advogado neste processo e na maioria das vezes vale a pena a correção do FGTS.

Leia Mais

FGTS Inativo – Sacar

Como sacar FGTS Inativo

O FGTS é o Fundo de Garantia do Tempo de serviço que foi instituído por lei na década de 1960 e cujo fundo é captado do setor privado e que é administrado pela Caixa Econômica Federal e tem como a finalidade amparar os trabalhadores, dispensados do trabalho ou no caso de grave doença. Ainda é previsto o uso do FGTS nos casos de catástrofes naturais e, neste caso pode ser usada para investimento em habitação, saneamento e infraestrutura, a seguir aprenda a como sacar o FGTS inativo.

fgts-inativo
Mas, o que seria o FGTS Inativo? Como sacar os valores de um FGTS Inativo?  Como sacar o dinheiro de contas inativas de FGTS? É permitido que o trabalhador saque valores de uma conta inativa desde que o trabalhador respeite alguns requisitos: o trabalhador pode sacar os valores de todos os contratos de trabalho com data de afastamento de emprego de até 13 de julho de 1990, independente do motivo do afastamento. Já o contrato de afastamento do trabalho a partir do dia 14 de julho de 1990 o saque pode ser feito de acordo com os requisitos: desde que o trabalhador tenha ficado no mínimo três anos seguido fora do regime do FGTS; saque a partir do mês do seu aniversário; e dentro das condições definidas pelas normas que regem o FGTS. Para sacar o FGTS é possível realizar saque de valor igual ou inferior a R$ 600 da sua conta vinculada ao FGTS nas unidades lotéricas e nos correspondentes que tem inscrito o “Caixa Aqui”, nos postos de atendimento eletrônico ou em qualquer agência da Caixa.

Veja também: Consulta de Saldo FGTS

Entre as ocasiões em que se podem sacar os recursos do FGTS: na demissão sem justa causa; no fim do contrato de trabalho, na rescisão do contrato por extinção total ou parcial da empresa; na rescisão do contrato por falecimento do empregador individual; na aposentadoria, no caso de necessidade especial, urgente e grave decorrente de desastre natural como chuvas, inundações que tenha atingido a residência do trabalhador; na suspensão do trabalho avulso; no falecimento do trabalhador, quando o trabalhador ou seu dependente for portador de HIV; quando o trabalhador ou depende for acometido de neoplasia maligna (câncer); quando a conta do FGTS permanecer sem depósito por três anos seguidos e cujo afastamento tenha ocorrido até 13 de julho de 1990; para aquisição de moradia própria, liquidação ou amortização de dívida ou pagamento em parte de prestações de financiamento habitacional. Mais informações sobre seu FGTS Inativo consulte a Caixa Econômica Federal tanto no site como na agência mais próxima.

Leia Mais

Portabilidade FGTS Financiamento de Imóveis

FGTS Portabilidade

Você que é trabalhador deve conhecer o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) que foi criado na década de 1960 para apoiar o trabalhador financeiramente em algumas situações como dispensa do trabalho, fim do contrato e também usar o recurso para situações excepcionais como catástrofes naturais, confira a seguir como você pode fazer a portabilidade do FGTS para financiamento de imóveis.

fgts-portabilidade-de-financiamento

Nos últimos tempos, além da possibilidade do saque do FGTS, ele também pode ser usado para a portabilidade para financiamentos habitacionais. Esta medida está prevista na circular 650 da Caixa que foi publicada do Diário Oficial. A medida permite que quem for fazer um financiamento habitacional, ou seja, um financiamento de um imóvel pode transferir a operação de um banco para outra instituição financeira que oferece juros menores e mais vantajosos.

Mas, há exceções quanto à transferência do financiamento de Imóveis do FGTS que não acontece no caso de imóveis na planta ou em fases de construção. No caso dos demais tipos de imóveis prontos, o banco que ficar com o crédito imobiliário transferido assumirá a dívida perante o FGTS. Outra vantagem desta portabilidade do FGTS é que a troca de instituição poderá resultar em custo menor para o tomador final, mas não na queda de remuneração para o fundo, permanecendo inalterada a taxa de juros do funding FGTS. O Prazo do contrato firmado com o banco não poderá ser superior ao prazo remanescente do contrato original e também não poderá ter aumento do saldo devedor.

Permitir a portabilidade do FGTS para financiamento de imóveis teve a intenção do conselho curador do FGTS foi proporcionado para dar maiores chances e condições de financiamento para o tomador final do crédito.

Conheça a trajetória que levou a esta portabilidade do FGTS para financiamento de imóveis. A portabilidade do financiamento imobiliário é regulamentada pela Resolução n° 3.401/06 do Conselho Monetário Nacional (CMN) na época não foi muito utilizada devida os custos decorrentes na transação no Cartório de Imóveis. Posteriormente foi sancionada a Lei n° 12.703/12 que mudou a rentabilidade da caderneta de poupança e também trata da transferência do crédito imobiliário. Depois a alteração da legislação foi surgir o interesse pela portabilidade, e a diminuição dos custos de cartório. Agora basta a averbação da transferência na matrícula do imóvel. A vantagem desta portabilidade de FGTS em financiamento vem também não só para quem está financiando imóvel, mas para o próprio mercado imobiliário que andava parado. Existem regras para portabilidade do FGTS, assim como vantagens e desvantagens que precisam ser analisadas para saber qual a melhor opção.

Leia Mais

Saque FGTS

FGTS Saque

Você é trabalhador de carteira assinada e pretende sacar o seu Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS)? Lembrando que o saque do FGTS é possível apenas em algumas situações, entre estas, se você foi dispensado do trabalho sem justa causa, assim por causa de cancelamento de contato de trabalho; e em situações emergências ocasionadas por catástrofes naturais. Além destes motivos saiba como sacar o seu benefício do FGTS.

fgts-saque

Além das situações citadas acima, outras que também é permitida sacar o FGTS são: no término do contrato que tem prazo determinado, na rescisão do contrato por extinção total da empresa; supressão de parte de suas atividades; fechamento de quaisquer de seus estabelecimentos, filiais ou agências; no caso de falecimento do empregador individual ou a decretação de nulidade do contrato de trabalho; na aposentadoria; no caso de rescisão do contrato por culpa recíproca; no caso de falecimento do trabalhador (a família poderá sacar o FGTS); quando o trabalhador ou seu dependente for portador de HIV ou se tiverem neoplasia maligna (câncer); quando o trabalhador permanecer três anos ou mais fora do regime do FGTS; para amortização, liquidação de saldo devedor; para aquisição de moradia própria ou amortização de dívida ou pagamento de parte de prestação de financiamento habitacional, inclusive usado para financiamento de imóvel próprio (que não seja em construção ou na planta); quando titular da conta do FGTS tiver idade igual ou superior a 70 anos.

Veja também: CAIXA Consulta de FGTS

Mas, onde se pode sacar o FGTS? Os saques inferiores a R$ 600 podem ser feitos nas unidades lotéricas, nos correspondente Caixa Aqui, nos postos de atendimento eletrônico, nas salas de autoatendimento. Valores superiores apenas nas agências da Caixa. Lembrando que o saque tem um período certo para ser realizado todo dia 10 de cada mês. Uma dica que se dá é que quando for requerer o saque peça que isso seja feito após o crédito de juros e atualização comentaria. Os documentos necessários para o saque vão variar de acordo com a situação do trabalhador, por isso, procure uma agência da Caixa para se informar sobre estes documentos necessários, mas é claro são necessários os documentos de identificação como RG e CPF além dos documentos mais específicos. Também se podem saber mais informações sobre o saque FGTS assim como demais informações sobre o benefício no link referente ao FGTS no site da Caixa em www.caixa.gov.br/fgts/index.asp que é bem didático porque responde as dúvidas respondendo perguntas e está dividido em tópicos bem específicos. Confira lá tudo sobre como sacar o FGTS.

Leia Mais